5 lugares mal-assombrados em Nova York

O post de hoje dará medo!!! Pelo menos em mim! Kkkkkk

Comecei a escrever este post à noite e tive que parar, pois o frio na barriga me dominava! Sim, eu sou muito medrosa! E graças a Deus não sou sensitiva, pois, se fosse, estaria ferrada! Uiiiii!

Então, leitores, Nova York também tem seus lugares mal-assombrados e, para quem gosta, vale a pena conferí-los. Por isso, selecionei alguns “hot spots” para vocês conhecerem e se aventurarem.

 

The Dakota Building

O famoso prédio Dakota, onde morou e foi assassinado o ex-Beatle John Lennon, tem algumas histórias assustadoras. John Lennon afirmava que via um fantasma nos corredores do prédios. Moradores e trabalhadores do prédio já afirmaram também terem visto a figura estranha de uma menina pela propriedade. A ex-mulher de Lennon, Yoko Ono, juntamente com outros moradores, relata ter visto o espírito de John algumas vezes. Yoko ainda diz que viu o seu espírito sentado em seu piano, dizendo: “Não tenha medo, eu ainda estou com você.”

Para aumentar o clima de tensão, o edificio também foi o cenário do filme de terror “O Bebê de Rosemary”.

Onde fica: 1 W 72nd St.

lennon the_dakota_by_david_shankbone

 

The Octagon

Roosevelt Island era antes uma ilha usada para hospitais corretivos. O edifício Octagon está localizado na ilha e era o local da antiga New York Lunatic Asylum, criticado por ser um lugar de sofrimento e horror. O edificio é de 1835 e a única parte remanescente do antigo local é o octagon, que hoje é a parte central de uma prédio residencial de luxo. Os moradores relatam incidentes inexplicáveis ​​e atividade paranormal. Eles também relatam que os animais às vezes se recusam a subir as escadas do edifício. A ilha é também o lar de ruínas de um antigo edifício da varíola chamado Renwick Smallpox Hospital.

Onde fica: 888 Main Street.

the_octagon_building_06_galleryoctagon-33 sg-octagon1

 

The Chelsea Hotel

O Hotel Chelsea já foi um ícone da cidade de Nova York e era frequentado por muitas celebridades como Patti Smith, Bob Dylan, Jimi Hendrix, e Andy Warhol. O hotel conhecido também como “The Chelsea” é considerado por muitos locais um dos lugares mais mal-assombrados de Nova York. Mas, antes, vamos conhecer um pouco da história do hotel. O prédio foi construído nos anos de 1883 e 1884 e, durante todo o período de funcionamento do hotel, diferentes donos administraram o lugar. Especuladores afirmam que isso já é motivo suficiente para os fantasmas dos ex-proprietários permanecerem no local. Outro motivo é que o The Chelsea foi o local de várias mortes bizarras de celebridades, especialmente as do poeta e escritor Dylan Thomas (morreu em 1953), Sid Vicious (morreu em 1979) e de sua namorada Nancy Spungen (morta em 1978). Spungen foi encontrada morta em um quarto de hotel com Sid Vicious. Ele foi sumariamente preso por seu assassinato. Porém, antes que pudesse ser julgado, morreu de overdose de heroína. A lenda diz que os fantasmas dos amantes assombram os andares. Thomas, um alcoólatra famoso que frequentava o hotel, aparece perto do quarto 206, no mesmo lugar em que morreu em 1953.

Você se arriscaria a dormir uma noite lá?

Onde fica: 222 West 23rd St.

7865651030_e8876ed9ec_b

front-view-chelsea

 

St. Paul Chapel

Com certeza quem já visitou o Memorial 9/11 passou na frente da St. Paul Chapel e nem imaginava que se tratava de mais um lugar mal-assombrado em Nova York.

A capela de St. Paul é o mais antigo edifício público de Nova York ainda em uso e é o lugar de descanso final para o famoso ator britânico George Frederick Cooke. Lá você encontra lápides datadas em 1704. Além de acometido pelo alcoolismo, Cooke fazia a gastos extravagantes, o que levou a uma montanha de dívidas. Para resolver, Cooke decidiu que sua cabeça seria doado para a ciência depois que ele morresse. Quando o fez, em 1812, seu cadáver foi decapitado e seu fantasma teria sido visto à deriva entre as lápides do cemitério à procura de sua cabeça desaparecida. Dizem por aí que seu crânio foi usado como um suporte na peça de Shakespeare “Hamlet”.

Onde fica: 209 Broadway, New York, NY 10007

st-pauls-chapel-1 stpaulschapel

 

Washington Square Park

Quando passeamos pelo famoso parque e admiramos o mini “arco do triunfo”, não imaginamos que a praça foi a morada final de cerca 20 mil corpos, incluidos vítimas de febre amarela do século XIX. E se o filme Poltergeist nos ensinou algo, é que nada se desenvolve em cima dos mortos.Há relato de que quando foram construir o Washington Square Arc foi encontrado restos de caixões e ossos humanos!Diz a lenda que se alguém bater fotos no parque durante a noite é muito provável sair um fantasma na foto. Quem vai testar?

Onde fica: 1 Washington Sq E New York, NY 10011

mcp_0035-washington-square-park-m-p thearcwsp

E aí, gostaram do post? Quem vai encarar e visitar esses lugares à noite e no mês das bruxas? Rss

2 comentários em “5 lugares mal-assombrados em Nova York

  1. Muito legal esta matéria! Você poderia prosseguir nesta linha. Hotéis, escolas, hospitais, cemitérios, lugares em que frequentam muitas pessoas são frequentados por “amiguinhos” que já deixaram o plano carnal. Meu pai teve uma experiência horrível de projeção astral ( quase morte), num hotel da Guatemala, descobriu depois que um bispo havia morrido ali. Deveria ter sido um bispo muito mau, porque não conseguia “dar passagem”. Minha irmã também viu uma amiguinha em um hotel da Espanha. Perguntou o nome dela e ela respondeu amistosamente. rs. Sinistro! Eu também tenho muitas histórias… Não creio em vida após a morte, mas há pessoas que não conseguem se desligar.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.

*