Dicas de Chinatown de Nova York

Chinatown é um pedacinho de Manhattan onde a língua mais falada não é o inglês e sim o Mandarim. Acredite! Isso acontece porque Chinatown é a maior comunidade chinesa fora da Ásia e a cada dia cresce ainda mais. Tanto que “encurtou” a Little Italy.

A região começa na Broadway e vai até a Rutgers Street. Passando, inclusive, pelo belíssimo arco da Manhattan Bridge. É fácil até esquecermos que estamos em Nova York, pois todas as lojas e restaurantes têm fachadas antigas e letreiros com nomes escritos em caracteres Han, o logograma chinês.

Chinatown começou a ser formada entre os anos de 1840 e 1860, com a chegada dos imigrantes, e hoje é a terceira principal economia de Nova York, ficando atrás apenas de Wall Street e Broadway/Times Square.

O ponto de partida para conhecer a região é a Canal Street, pois lá fica um mapa com todas as ruas de Chinatown. Também na Canal St. está o Mahayana Buddhist Temple, que é considerado o maior templo budista de NYC. Para visitá-lo é necessário doar US$1. Mesmo que esta não seja a sua religião, vale muito a visita, pois o lugar é lindíssimo e ainda conta com uma estátua de Buda com 5m e toda em ouro.

Por toda Chinatown tem muito o que se ver e não só comprar produtos “Made in China”. Por lá está, por exemplo, o Columbus Park (Mulberry St. com Baxter St), onde muitos idosos praticam Tai Chin Chuan na parte da manhã. Parece até cena de filme!

Dica: na Mulberry St você vai ver muitos murais (street art).

Também está a Manhattan Criminal Courthouse, que um dia foi uma cadeia e hoje funciona só como corte. Por lá já foram gravadas cenas de algumas séries americanas bem famosas, como Law & Order, Suits e The Good Wife.

Mas a rua mais famosa de Chinatown sem dúvidas é a Mott Street. Ela tem uma infinidade de lojas de tudo quanto é gosto, incluindo a “Aji Ichiban Candy Shop” – uma famosa loja de doces chineses. E se você gosta de comer pato, este também é o lugar. Por todo canto você encontra uma ave pendurada. Mas se quiser provar um dos melhores patos laqueados de Nova York, vá ao Peking Duck House (28 Mott St.). Ele é tradicionalíssimo!

Na Doyers St. fica a “Nom Wah Tea Parlor”, a mais antiga casa de chá de Nova York, aberta em 1920, que é comandada pela mesma família desde a década de 1940. Ou seja, há quase 80 anos.
E para finalizar, nada melhor do que ouvir uma ótima música. A nossa dica é o Apothéke(8 Doyers Street), um bar e clube de jazz super charmoso e que tem decoração como uma farmácia do início do século XX. Leia mais sobre ele aqui.
Se o seu roteiro permitir, dedique um dia das suas férias para conhecer Chinatown e arredores a fundo e mergulhar na cultura oriental.

Se perca em suas ruas e prove os seus sabores. Tenho certeza que você irá encontrar uma Nova York bem diferente. Divirta-se!

Clique aqui para ver no Google Maps os lugares acima mencionados.

Por Mariane Serra, do @viajar.eh.food (https://www.instagram.com/viajar.eh.food/?hl=pt-br)

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.

*